Instituto de Acompanhamento Profissional - IAP

Kleber Castilho e Vivienne Costa Carduz

Kleber Castilho e Vivienne Carduz

Kleber Castilho e Vivienne Carduz

Nos dias atuais, vencer no mercado de trabalho não é tarefa simples, mas, de acordo com os recém-formados em Farmácia e Bioquímica Kleber Castilho e Vivienne Costa Carduz, também não é algo impossível.

Com uma boa formação acadêmica e muita força de vontade, é possível se destacar no meio profissional e até ser convidado para palestrar em um dos mais importantes congressos de Farmacêutica.

Unip Press – Como Surgiu o convite para vocês ministrarem uma palestra no XI Congresso Paulista de farmacêutica?
Kleber – Tudo começou em novembro do ano passado, quando fomos convidados a escrever um artigo para o Jornal do Conselho Regional de Farmácia do estado de São Paulo (CRF/SP), que é distribuído a todos os farmacêuticos do Estado. Como o artigo foi muito bem recebido por nossos colegas, visto que a tiragem do jornal é de aproximadamente 25 mil exemplares, realizamos, no mês de janeiro, no 1º Encontro Paulista de Farmacêuticos, uma palestra sobre Pesquisa Clínica na Indústria Brasileira. Para a nossa alegria, a palestra também teve uma repercursão além da esperada, o que, finalmente, nos rendeu um convite, por parte da diretoria do CRF/SP, para ministrarmos um curso sobre Pesquisa Clínica no XI Congresso Paulista de Farmacêutica.

Unip Press – Onde e quando se realizará o Congresso?
Vivienne – Ele será realizado no período de 8 a 12 de novembro, no Palácio das Convenções do Anhembi, e todos que se interessarem pelo assunto podem comparecer ao evento.

Unip Press – O que faz o profissional que trabalho na área de Pesquisa Clínica?
Kleber – Ele monitora todos os dados coletados durante uma pesquisa. Nós possuímos grupos de pacientes que irão participar da pesquisa e temos, também, um ou mais hospitais onde são realizados os estudos. Para conduzir esses estudos junto aos pacientes, contamos com os chamados investigadores e temos, então, a necessidade de um monitor de Pesquisa Clínica, que é o responsável pela ligação entre a indústria farmacêutica e os hospitais. Esse profissional é quem monitora os dados e orienta os investigadores.

Unip Press - Essa área é promissora?
Vivienne - Certamente. Hoje, a Pesquisa Clínica pode ser encontrada dentro de quase todas as indústrias farmacêuticas. E um ramo que está em pleno crescimento no Brasil.

Unip Press - O que é preciso para ingressar nessa área?
Kleber - Primeiramente, uma boa formação acadêmica. Sem dúvida, a UNIP, por contar com ótimos mestres, tem uma importância fundamental nas nossas conquistas. Outro passo é tentar um estágio, pois toda bagagem adquirida na área é muito bem-vista na hora de galgar um cargo. E, para finalizar, ter muita garra. Quem quer algo deve realmente mostrar isso, e essa dica serve para todos os campos da nossa vida.

Vivienne Costa Carduz é assistente de Pesquisa Clínica na Schering do Brasil e Kleber Castilho é coordenador de dados em Pesquisa Clínica na indústria farmacêutica

Fono Ribeirão Preto Faz Campanha Nacional da Voz

A Campanha Nacional da Voz, que teve o slogan Afine sua saúde, cuide da sua voz, realizou-se de 12 a 16 de abril com o objetivo de orientar a população acerca dos cuidados com a voz e identificar alterações vocais, visando à prevenção de patologias graves como o câncer de laringe. O curso de Fonoaudiologia da UNIP Ribeirão Preto participou do evento através da instalação de um posto de atendimento à população no campus Vargas, contando com a participação de professores e alunos do curso, fonoaudiólogos e médicos voluntários.

Ciclo de Palestra da Fonoaudiologia de Ribeirão Preto

No mês de junho, foi realizado um Ciclo de Palestra sobre doenças neurológicas de interesse à Fonoaudiologia. Os temas abordados foram: “Apnéia do Sono em Adultos” e “As Parassonias e Distúrbios Fonoaudiológicos”, miniaturas pelo Dr. José Roberto Santiago Barreto, médico neurologista do Hospital das Clínicas; “Apnéia do Sono em Crianças” e “Síndrome de Landau-Kleffner”, ministrados pela Drª Heidi Haueisen Sander, médica neurologista, pós-graduada do Hospital das Clínicas.